Notícias

Plástico Verde é destaque em nova exposição do Museu do Amanhã

Uma inovação brasileira, com origem na cana-de-açúcar e missão no espaço. O Plástico Verde, da Braskem, é uma das 40 invenções brasileiras apresentadas na nova exposição do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, denominada "Inovanças - Criações à Brasileira", que tem patrocínio da Finep. A mostra levará os visitantes em uma viagem ao mundo das criações nacionais, focado em inovações tecnológicas e ideias que transformam e beneficiam pessoas no Brasil e no mundo. A exposição ficará em cartaz até 22 de outubro.

O Plástico Verde começou a ser fabricado em 2010 e foi o primeiro polietileno de origem renovável a ser produzido em escala industrial no mundo, identificado com o selo I'm green. O biopolímero, oriundo do etanol da cana-de-açúcar, oferece benefícios ambientais ao contribuir com a redução da emissão de gases do efeito estufa, já que durante seu ciclo de fabricação captura e fixa CO2 da atmosfera. Atualmente, mais de 150 marcas utilizam a resina ao redor do mundo, em embalagens de alimentos, produtos de higiene pessoal e até em peças de automóveis.

A inovação brasileira chegou até mesmo ao espaço. Em 2016, uma parceria com a startup Made in Space, empresa americana fornecedora da NASA, permitiu que o Plástico Verde fosse utilizado em impressões 3D na Estação Espacial Internacional. Agora, astronautas utilizam a resina para imprimir ferramentas, peças de reparo, potes de armazenamento, entre outros objetos, contribuindo para a redução dos custos e maior autonomia das missões espaciais no futuro.

 

Para esclarecimentos adicionais, favor contatar:
CDN Comunicação 
Fernando Rubino (55 11) 3643-2991 - fernando.rubino@cdn.com.br
Jessyca Trovão - (55 11) 3643-2769 - jessyca.trovao@cdn.com.br
Pedro Orlandi - (55 11) 3643-2745 - pedro.orlandi@cdn.com.br  

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter