Notícias

Braskem apresenta portfólio de alto desempenho na Expobor 2016

 

Produtos que melhoram a produtividade e aumentam a competitividade da indústria de borracha. Esses são os diferenciais do portfólio da Braskem, maior petroquímica das Américas, que será apresentado durante a Expobor 2016, que acontece de 28 a 30 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP). Com soluções em matérias-primas, produtos de especialidades com alta performance e atendimento personalizado, a Braskem reforça sua presença e atuação junto aos clientes do mercado de borracha.

Entre os produtos apresentados está a linha Unilene, que são resinas hidrocarbônicas oriundas do petróleo. As resinas funcionam como um excelente auxiliar de processamento de borrachas, com o consequente aumento de produtividade e redução de energia, sem alterar as propriedades finais do composto. Além disso, em pneus, o uso da Unilene garante melhor aderência do pneu ao chão molhado e menor resistência ao rolamento. Na prática, isso confere mais segurança a motoristas e passageiros e redução no consumo de combustível.  

"Nos últimos quatro anos, aproveitamos a Expobor para apresentar à indústria soluções eficientes para o mercado de borracha, com matérias-primas e especialidades que melhorem a produtividade dos clientes e aumentem a competitividade do setor, que pode entregar ao consumidor final um produto seguro e sustentável", afirma Adriana Morasco, responsável pelo Negócio de Especialidades Químicas da Braskem.

Outra solução em destaque é polibuteno (PIB), que pode ser utilizado em óleo e lubrificantes, filmes, adesivos, cosméticos, explosivos para mineração e couro. O material, quando aplicado em compostos para innerliners (camada interna de pneus e câmaras de ar), aumenta a barreira à permeação de oxigênio desses materiais. Como consequência, é possível reduzir o uso de borrachas especiais nesses compostos ou até mesmo reduzir a espessura da camada innerliner, o que significa redução de custos na produção de pneus.  

No campo de inovação focada em matérias-primas renováveis, a Braskem traz para Expobor dois projetos da área de biotecnologia, ambos para a fabricação de pneus.  A empresa desenvolve, ao lado da norte-americana Amyris e da francesa Michelin, tecnologia voltada à produção do isopreno de fonte renovável, insumo químico utilizado pela indústria de pneus, entre outras borrachas. Nos termos da parceria, as três companhias trabalharão juntas para desenvolver um processo biotecnológico de conversão de açúcares, oriundos da cana de açúcar, em isopreno verde.  

Em união com a Genomatica, empresa norte-americana de biotecnologia, a Braskem anunciou, em novembro de 2015, a produção de butadieno em escala de laboratório por meio de processo de fermentação direta de açúcares. O material é usado na fabricação de borracha para pneus, com aplicações também em aparelhos elétricos, calçados, plásticos, asfalto, materiais de construção e látex. 

Sobre a Braskem

Controlada pela Organização Odebrecht, a Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, com volume anual de 16 milhões de toneladas, incluindo a produção de outros produtos petroquímicos básicos e com faturamento anual de R$ 54 bilhões. Com o propósito de melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico, a Braskem atua em mais de 70 países, conta com 8 mil integrantes e opera 40 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

 

Para esclarecimentos adicionais, favor contatar:
CDN Comunicação 
Fernando Rubino (55 11) 3643-2991 - fernando.rubino@cdn.com.br
Jessyca Trovão - (55 11) 3643-2769 - jessyca.trovao@cdn.com.br
Pedro Orlandi - (55 11) 3643-2745 - pedro.orlandi@cdn.com.br  

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter